Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 13 de setembro de 2011

COWBOYS & ALIENS

Quando vi o trailler do filme Cowboys & Aliens não acreditei que fizeram um filme misturando dois gêneros caros a Hollywood: faroeste e ficção científica. A ficha custou a cair. Não sou fã de western, mas curto, e muito, os filmes que envolvem seres de outros planetas e galáxias. Como gosto dos atores Daniel Craig e Harrison Ford, que interpretam os principais personagens, resolvi conferir esta produção americana de 2011 dirigida por Jon Favreau. Além desta mistura de dois gêneros, ação e aventura não faltam, no melhor estilo 007 e Indiana Jones. Não foi à toa a escolha dos astros principais do filme, pois eles encarnaram James Bond e Indiana Jones. Além disto, Steven Spielberg é um dos produtores desta película de difícil caracterização: aventura, faroeste, ficção científica? Muitas das cenas nos remetem aos filmes dos dois personagens famosos do cinema americano mencionados acima. A história é fantasia pura. No velho oeste, em época de nenhuma tecnologia, aparecem naves espaciais carregando extraterrestres que querem o ouro do planeta Terra. A busca do ouro, motivo principal do gênero western, se faz presente de forma inusitada, assim como as estripulias de Jake Lonergan (Craig), um verdadeiro 007, especialmente quando persegue uma nave montado em um cavalo nos canyons da paisagem árida do velho oeste americano e pula na nave para salvar a mocinha Ella (Olivia Wilde). Referências não só à série do agente secreto americano, mas também à saga Star Wars (que nada mais é do que um western ambientado em cenário de ficção científica). Há cenas previsíveis; não faltam os personagens e elementos clichês dos faroestes (índios, saloon, uma cabana isolada, galopes de cavalos, canyons, o índio criado pelo homem branco, a utilização do laço para pegar um animal - no caso, um ET, entre outros); o final é o esperado por todos desde o início da história, mas o filme cumpre sua função de divertir. Li uma crítica que diz que o filme se leva a sério demais e é verdade. Se fosse mais solto, talvez corresse mais leve e entreteria mais, mas assim mesmo gostei do que vi. Assisti a este filme no Kinoplex do Boulevard Shopping, localizado no final da Asa Norte e que ainda não conhecia. Excelente sala, confortável, com ótimo sistema de som e visão da tela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário